sábado, 5 de outubro de 2013

A Virgem das Amêndoas






Ficha Técnica

Autor: Marina Fiorato

Edição: Março 2010

Editor:  Porto Editora 

ISBN: 9789720042859

Páginas: 288






Sinopse

Na Itália do século XVI, o jovem pintor Bernardino Luini, discípulo favorito do mestre Leonardo da Vinci, é encarregado de pintar um fresco religioso na igreja de Saronno, uma pequena localidade nas colinas da Lombardia. Ao entrar na igreja, a sua atenção é captada pela beleza e pela melancolia da jovem Simonetta, viúva de um poderoso senhor feudal morto em combate.

Sozinha e a ver a sua fortuna desaparecer até não restar nada mais a não ser as amendoeiras da sua villa, Simonetta acede a posar como modelo para Luini, que a imortalizará para sempre nos frescos da igreja como a Virgem di Saronno. À medida que o trabalho progride, artista e modelo apaixonam-se, selando o sentimento com um beijo que escandalizará a Igreja.

À genialidade com que Bernardino imortalizará a sua musa, Simonetta retribui com a criação da sua própria obra de arte: um licor especial fabricado com o fruto das suas amendoeiras. O licor ficará conhecido, até aos dias de hoje, como o famoso Amaretto di Saronno.

Contudo, antes de ambos completarem as suas obras, a relação é fortemente abalada por um acontecimento que porá em perigo aquele amor. E as suas vidas.

Uma inesquecível história de paixão e arte que se desenrola tendo como pano de fundo uma Itália Renascentista, onde a intriga, os escândalos, a guerra e a intolerância religiosa imperavam no dia-a-dia.



********************

Opinião

Este foi uma história que me deixou surpreendida  e muito agradada.
Nunca tinha lido nada desta autoria e adorei!!

Esta é a opinião que coloquei no Goodreads:

antes de mais esta historia vale mais que as 5* para mim vale "infinito"*
uma historia que no mínimo me deixou, tipo "afinal do que se fala aqui"?

a acção torna-se rápida, a trama fluida, a historia conta a "historia".

Numa Itália renascentista onde a Santa Inquisição começa a despontar, o crime que é "amar", a bravura dos que afinal não querem ser meros peões de uma ideologia de fachada, torna-se o cerne de historia.

Afinal quem tem a pureza de sentimentos corresponde, acarinha e faz valer esses sentimentos.
E eis que afinal quem se fechou para o Mundo revela de uma forma única, simples e extremamente humana o valor de um beijo.

"...pois quando fechamos os olhos ao beijar, seja a cabeça de uma criança, os pés de um santo ou os lábios de uma pessoa amada, esse beijo significa tudo. Só então fechamos os olhos ao Mundo e nos lembramos de Sentir."

Sem duvida que Marina Fiorato me trouxe inequivocamente uma luz diferente sobre o romance histórico  sem ser meramente um romance sobre paixão é também e acima de tudo um romance de sentimentos a todos os níveis  de mães e seus filhos adoptivos, de filhos adoptados a pais adoptados, amor fraterno e porque não amor à Humanidade no seu sentido mais lato.
A todos os Santos e Santas que existiram e que afinal mais não eram que homens e mulheres que se destacaram por reagirem ao tratamento injusto e imoral dos que governavam.

Seja lenda, ficção ou realidade tudo se mistura de uma forma em que a leitura se torna voraz impelindo-nos a chegar ao fim.

E no Fim, fechamos o livro e conseguimos visualizar todos os frescos que Bernardino Luini pintou e de todas as imagens da Virgem e das Santas com as feições da sua mulher amada.  :)

Por tudo isto é Recomendadissimo

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...